sexta-feira, 23 de janeiro de 2015

Parish Hall - Parish Hall [1970] [HARD-BLUES-ROCK] - United States / Estados Unidos



PARISH HALL foi um power trio oriundo de Bay Area na Califórnia. A banda consistia de Gary Wagner (guitarra, piano, vocais), John Haden (baixo) e Steve Adams (bateria). 

Seu álbum foi originalmente lançado perto do final de 1970, através de uma pequena gravadora local da Califórnia. 

Gary Wagner, na época em que o disco saiu, em 1970, pelo obscuro selo Fantasy, tinha 25 anos e apesar de ser um rapaz calmo e reticente, era um dos músicos mais intensos da cidade de Stockton, no interior da Califórnia. Ele havia passado o último ano criando um som que, em sua cabeça, deveria ser “a música de sete ou oito anos atrás atualizada… música simples, sem distorções”. 

Gary esteve envolvido com música desde os 12 anos, quando começou a estudar saxofone e a tocar numa banda marcial. Lá pelos 18 anos ele já estava saturado das lições de música e resolveu começar a tocar suas próprias ideias, o som que tinha na mente. Abandonou o sax e adotou a guitarra e o órgão, passando a se inspirar nos blues que ouvia de seus novos ídolos Howlin Wolf, T-Bone Walker, Muddy Waters e B. B. King. Gary alegava ter um bloqueio mental contra o uso de qualquer tipo de distorção porque acreditava na pureza do blues e também porque sentia que apenas uma ou duas pessoas (Hendrix e Jeff Beck) sabiam dominar as técnicas necessárias para isso. Seu estilo vocal, ainda em sua própria definição, foi influenciado por Ray Charles e seus seguidores, como Joe Cocker e Steve Winwood. 

As fortes convicções de Gary fizeram com que ele entrasse e saísse de várias bandas da região de Stockton. Mas foi quando tocou na banda The Chosen Few que ele teve seu primeiro vislumbre do estrelato, justamente quando Sly Stone produziu um single da banda. Problemas financeiros com a gravadora, no entanto, frustraram o lançamento do single e desanimaram tanto Gary Wagner que ele decidiu repensar sua vida e se dedicar a recuperar carros antigos. Chegou a ter em sua coleção 16 carros, entre eles um RollsRoyce 1932 e dois Packards. Foi dessa coleção que surgiu a inspiração para duas músicas: “Dynaflow” e “Silver Ghost”. 

O Parish Hall marcou a volta de Gary Wagner à música, compondo uma espécie de dez mandamentos do hard/blues (5 do lado A e 5 do lado B) e que todo rockeiro deveria repetir sempre.



Tracks:
01. My Eyes Are Getting Heavy (5:16)
02. Dynaflow (3:06)
03. Ain't Feelin' Too Bad (2:50)
04. Silver Ghost (2:53)
05. Skid Row Runner (3:19)
06. Lucanna (2:32)
07. We're Gonna Burn Together (2:37)
08. Somebody Got the Blues (3:02)
09. How Can You Win? (2:53)
10. Take Me with You When You Go (2:55) 

Musicians:
-Gary Wagner (Vocals, Guitar, Piano)
-Steve Adams (Drums)
-John Haden (Bass)

Postar um comentário